Localização

Bonito HI hostel

Rua Dr. Pires, 850 – Bairro Formoso

Bonito, MS, Brasil

CEP 79290-000

LATITUDE       LONGITUDE

21º 07 16 S      56º 28 55 O

Elevação (Altitude)

348 m

+55 (67) 3255 1022
+55 (67) 3255 1462

+55 (67) 9 9157 5311 • CLARO
+55 (67) 9 9658 7600 • VIVO
+55 (67) 9 8459 8892 • Oi
+55 (67) 9 8174 3923 • TIM

+55 (67) 9 9273 3212 • Whatsapp

DADOS GERAIS

Bonito é um município sul-mato-grossense, distante 295 km de Campo Grande/MS, a capital. Está localizado na encosta leste e norte da Serra da Bodoquena, abrangendo grande parte dela, por cujo espigão corre a linha divisória com o município de Porto Murtinho. É um dos municípios que serve de apoio às regiões do Pantanal do Nabileque, servindo como portal de acesso às fronteiras com o Paraguai e a Bolívia.

Área: 4.934 km²

Ponto culminante: Serra da Bodoquena com 720 m.

Clima: tropical úmido.

Temperatura média: 24º C

População: Estimada em 20.000 habitantes.

HIDROGRAFIA

O Município pertence à Bacia Hidrográfica do Rio Paraguai e Sub-Bacia do Miranda.

Principais rios: Rio Miranda, Rio Formoso e Rio da Prata. Rios que nascem no Município: Rio do Peixe, Formoso, Perdido e Sucuri.

Principais Córregos: Olaria, Taquaral, Anhumas, Bonito, Coqueiro, Mutum e Restinga.

Sistema hidrográfico especialmente particular por apresentar associações com rochas calcárias, o que proporciona a existência de rios subterrâneos, sumidouros e ressurgências. O calcário torna as águas de nossos rios cristalinas, pois contribui para precipitar partículas em suspensão para o fundo dos leitos.

RELEVO

Possui duas unidades dominantes: a Serra da Bodoquena a oeste do município, ergue-se como um extenso divisor entre as depressões de Bonito, Miranda e Apa, caracterizando-se um relevo residual. Estende-se por aproximadamente 200 Km, apresentando cerca de 65 Km de largura. De modo geral, comporta altimetrias que variam de 400 a 650 m. A Serra da Bodoquena apresenta formas e características relacionadas as litologias calcárias. A segunda unidade é a depressão do Miranda localizada entre a depressão do Aquidauana e Bela Vista.

CLIMA

Segundo a classificação de KOPPEN, é do tipo AW, características das savanas tropicais com verão úmido e inverno seco. Mais de 80% da precipitação anual, oscila entre 1.000 e 2.000 mm, dá-se entre outubro e abril. No inverno a temperatura varia entre 12º C e 20º C.

VEGETAÇÃO

Predominância dos cerrados. Focos de florestas e outras formações pioneiras, sobre solos férteis ou não. Nas serras destacam-se as chamadas Matas Secas – Floresta Estacional Decidual, associadas às rochas calcárias. Matas Ciliares ou Ribeirinhas, associadas sempre a presença de solos férteis às margens dos rios. As Florestas sofreram grande impacto pela exploração e uso do solo. Hoje, busca-se a proteção dos remanescentes e a recuperação das áreas degradadas.

Árvores da região: Aroeira, Cerejeira, Bálsamo, Peroba, Ipês, Canafístula, Palmeiras (Bacuci ou Acuri), além de uma infinidade de árvores que compõem a vegetação típica do cerrado.

ECONOMIA

Pecuária

A pecuária tem um papel muito forte na economia local e vem aprimorando-se com a implantação de novas instalações e técnicas modernas, inclusive a da inseminação artificial que está sendo aplicada em várias propriedades rurais.

Há no município o predomínio de extensas propriedades rurais com criação extensiva de gado bovino destinado para corte, cria e recria, sendo que, atualmente este rebanho atinge 306.000 cabeças. Existindo ainda pequenos rebanhos de ovinos, caprinos e suínos.

Fonte: COMTUR

Agricultura

O município possui uma área agricultável em torno de 17.000 hectares, sendo que este número foi bem maior em anos anteriores. A predominância é de soja e milho, mas também existem plantações de arroz, feijão, milho, mandioca e outros produtos.

Mineração

O subsolo de Bonito protege uma jazida de 51 milhões de metros cúbicos de mármore. Havendo também a ocorrência de vários minérios como calcário, calcita, pedras para construção e argila para olaria e cerâmica.