fbpx

Gal Costa, Lenine, Chrystian e Ralf são algumas atrações nacionais do 20º Festival de Inverno de Bonito!

Em programação caprichada, o FIB (Festival de Inverno de Bonito) de 2019 confirmou os shows de Chrystian e Ralf, Gal Costa e Lenine. Os artistas sobem ao Palco das Águas, principal espaço da festa, nos dias 25, 26, 27 e 28 de julho, respectivamente.

lenine

A programação será aberta pela dupla sertaneja conhecida como a mais afinada do Brasil na quinta-feira. Chrystian e Ralf levam a Bonito o show de sua turnê 2019. Famosa pelo som agudo de suas canções, a dupla já lançou 20 álbuns e 34 coletâneas e 6 DVDs.

Os cantores também foram os pioneiros a gravar em formato de CD e primeiros a vender 1 milhão de cópias de LPs, o que foi considerado um feito histórico nos anos de 1988 a 1990 feito alcançado somente pelo “rei” Roberto Carlos.

Com sucessos como “Chora Peito”, “Sou eu”, “Nova York”, a dupla também é famosa por ter várias músicas como tema de novelas.

Aos 73 anos, Gal Costa apresenta no dia 27 de julho o show “Pele do Futuro”, lançado no ano passado.  Ao longo das últimas cinco décadas, a voz de Gal Costa traduziu os diferentes momentos pelos quais o País atravessou. Desta vez, o repertório ressalta a celebração, a alegria como forma de resistência. É um passeio pelas várias fases da carreira de Gal Costa, com clássicos, mas também novas canções como Cuidando de Longe, escrita por Marília Mendonça.

O músico Lenine encerra a programação nacional com o show “Em trânsito”, no último dia do Festival, 28 de julho. A apresentação é uma ode ao processo. Não à toa, subverte a ordem que se impôs (disco de estúdio / show / disco ao vivo).

O resultado é um repertório de canções que soam novas – sejam elas inéditas ou não. Além de perene, o processo é coletivo: o Lenine de Castanho, canção em parceria com Carlos Posada, não chegou sozinho. Ao mostrar as canções inéditas (como Bicho Saudade, em parceria com João Cavalcanti) para a banda, o violão foi dispensado.

Melodias e letras, cruas, para que os resultados fossem decifrados em conjunto com Jr. Tostoi, Guila, Pantico Rocha e Bruno Giorgi. Bruno ainda assina a direção musical, sendo mola essencial dessa engrenagem-organismo. A assinatura da banda é clarividente, consequência da intimidade conquistada por muitos anos de labuta criativa.

O Festival de Inverno de Bonito 2019 também traz ao palco do CMU (Centro de Múltiplo Uso), a cantora Karina Buhr, no dia 26 de julho, e BNegão e os Seletores de Frequência, no dia 27.

Performática, Karina leva a bonito o show Selvática. Temática e musical, o nome do show vem da Bíblia. Justamente na passagem da serpente que oferece o fruto proibido, do nascimento do tal pecado original, da culpa da mulher. Karina canta o incômodo, canta o inconformismo. E não economiza no peso, os temas são fortes como é forte a levada, o heavy metal, o punk rock que acompanha a mensagem.

No dia 27 de julho, Bernardo Santos, mais conhecido como BNegão, ex-vocalista do Planet Hemp, vem com sua banda os Seletores de Frequência ao palco do CMU, em Bonito. O grupo lançou três CDs e após nove anos sem lançar material inédito trouxeram o “Sintoniza Lá”, em 2012. Em 2015, BNegão & Seletores de Frequência lançaram o disco “TransmutAção”, aclamado pela crítica nacional. E em 2018 a banda celebra 15 anos do “Enxugando Gelo” com uma turnê por todo o Brasil.

A banda está em um momento de “disparar” suas novas visões e sonoridades em mais um capítulo da sua história dentro da música negra universal. O crossover de funk com rap (característica intrínseca ao trabalho de BNegão & Seletores de Frequência) está em “No Momento (100%)” e em “Mundo Tela”, os candidatos a hit do último álbum.

AINDA NÃO TEM HOSPEDAGEM? RESERVE AQUI, COM AS MELHORES TARIFAS!

Fale no Whats