fbpx

Bonito é turismo de tendência durante e pós pandemia. E Hostels também.

É fácil concluir que o setor de eventos e principalmente o turismo foram os principais prejudicados com a chegada do novo coronavírus, que acabou com as viagens, festas, shows e outros.

Desde Março de 2020, todos vem quebrando a cabeça e tentando se adaptar à nova realidade, se preparando também para o que está e o que vem a acontecer. A vacinação está em ritmo acelerado e, de acordo com pesquisas, a maioria pretende fazer turismo nacional, de natureza e que tenha contato com outras pessoas.

Nesse caso, Bonito é o local que melhor se encaixa nas procuras por turismo responsável, pois sempre foi referência na questão de controle e preservação da natureza. Os passeios tem uma carga limite de pessoas e de grupos por dia, além disso todos os equipamentos para a prática de flutuação e trilhas com cachoeiras são devidamente limpos e esterilizados, passando assim uma maior segurança ao visitante.

A Covid-19 só reforçou ainda mais os procedimentos, e fez com que a cidade e todos os segmentos adotassem protocolos de biossegurança, prontos ainda em Junho de 2020. Por esse motivo, a cidade saiu na frente da maioria das regiões turísticas brasileiras e tem sido referência para todas elas.

Além da questão do turismo de natureza, que será bastante procurado, o que também sairá na frente são o Hostels, hospedagem super econômicas onde tem a tradição de hospedar não só mochileiros e viajantes, mas também casais e familias que buscam uma “segunda casa” com conforto e acolhimento.

Os Hostels, principalmente o Bonito Hi Hostel, possui espaços abertos e grandes para receber viajantes de todo o mundo, além de proporcionar ambiente familiar e aconchegante. Não só isso, suas tarifas são super em conta e ainda inclui um delicioso café da manhã e piscina à vontade. Para fechar com super comodidade, pode fechar os passeios dentro do Hostel pois é também agência de turismo.

Portanto, se pensa em viajar com segurança e ainda conhecer gente, aqui é o seu lugar. Para saber mais, CHAME A GENTE NO WHATSAPP!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale no Whats